Como escolher o seu PET

O primeiro passo na hora de escolher o seu animal de estimação é decidir o que você quer do animal. Se você quer um animal que lhe faça companhia em casa, não escolha um animal muito agitado, talvez um gato seja melhor. Se você quer um animal para acompanhá-lo em atividades mais agitadas, como corridas e passeios, não adianta escolher um animal como um gato, que é naturalmente “sossegado”. Se optar pela adoção de um animalzinho, esteja preparado para aceitar sua personalidade tal como ela é e esteja ciente da responsabilidade que está assumindo para não abandonar o bichinho.

Depois, verifique que locais da casa ele vai ficar. Ele poderá entrar em casa ou ficará restrito ao quintal? Sua casa é grande ou pequena? É casa térrea ou é um apartamento? Animais de grande porte precisam de um quintal grande ou muitos passeios. Para ficar dentro de casa é melhor que o animal seja de pequeno porte ou médio.

Escolha o seu futuro bichinho de estimação com muita calma. Não tenha pressa, pois a adoção de um animal é quase como um casamento: ele ficará com você por muitos anos.

Se você adora cachorros e gatos, mas não tem pique para acompanhar um filhote, escolha um animal mais velho. Ele já estará mais calmo e será tão bonitinho quanto um filhotinho.

Mais importante, além de amar seu bichinho de estimação, ame a todos os animais. Assim, você poderá escolher melhor, pois vai entender as necessidades de cada animal e escolherá um bichinho que não vai sofrer ao ficar na sua casa.

FONTE: Petrede