Blog Archives

Talvez alguém se lembre do Totó, queimado com gasolina por alguém que ainda tem muito a aprender 🙁 Ele foi adotado há 3-4 anos e devolvido em setembro/outubro. A Sonia Pequeno foi buscá-lo de volta e não tínhamos onde colocá-lo. Ligou aflita pra Yara, pedindo um LT.

Sonia, há tanto tempo na causa…,conta emocionada: “Ser tão especial é minha amiga querida Yara! Acho que quando isso acontece eu percebo que, apesar dos percalços, muitas das minhas grandes felicidades vêm desse movimento, dessa loucura diária que nos traz tanta sensação de impotência, tanta indignação, mas também alegrias imensas como esse depoimento

Vejam o depoimento da Yara que lindo! O cara vive agora num lar maravilhoso, com direito a passeios matinais e muito amor!

FELIZ! FELICE! AMOR A GENTE SENTE…E PRONTO!
20171116_190157

Esse sujeito simpático da foto é um cara feliz e não guarda nenhuma mágoa de seu passado de maus tratos. Muito pelo contrário, tem uma alegria de viver tão grande que mais parece um jovenzinho energizado e não o senhor experiente que de fato ele é.

Sua história é muito parecida com a de milhares de outros bichos abandonados nas ruas da cidade: Família muda e o despeja na rua como uma mobília estragada, vagando desnorteado é vítima de monstros humanos que o queimam com água fervente, ferido é resgatado por uma ONG que o encaminha para uma família aparentemente normal que depois de 4 anos se desfaz dele por um novo modelo mais adequado ao life style do casal. Ele é socorrido novamente pela ONG que o encaminha para um lar temporário na casa desta que vos fala.

Chegou  meio ressabiado com a espécie humana. Ficou na dele, nem amistoso, nem belicoso. Deixei-o à vontade, portas abertas, direito de ir e vir, um quintal a explorar uma família disposta incluí-lo. Esperto que é, sim, ele tem QI canino altíssimo, logo sentiu estar em terreno seguro e resolveu baixar a guarda e soltar toda a sua alegria represada. Uauu! Ficamos todos contagiados e o que era para ser lar temporário virou residência fixa por absoluto e recíproco encantamento.

Rebatizamos o sujeito. Totó virou Thor, o guerreiro imbatível! Mas ele tem uma alegria tão exuberante e um sorriso contínuo em sua carinha de olhos brilhantes que passamos a chamá-lo de Feliz. E nem sei bem quem, alguém começou a chamá-lo de Felice, em italiano, e aí que virou Felice porque italiano é mais sonoro e engraçado. E Felice já entendeu que esse é seu nome e quando o escuta se sacoleja todo como um brinquedo elétrico desgovernado.

Felice gosta da vida, gosta de quem gosta dele. Já viveu muito, já sofreu muito, reconhece o amor quando o encontra e retribui com generosidade infinita.

É velho, é sábio. Agradece com o olhar, com o olhar se desculpa quando corre atrás dos gatos da casa (eu sei que ele diz “desculpe-me não pude evitar…”). Felice é digno, quando sabe que errou vai pra fora da casa e só volta quando recebe autorização.

Ele viveu mil vidas, tem energia para outras mil. Mostra pra gente que o que importa é o que acontece no presente, ele reconhece a dádiva de um novo começo e o honra vivendo intensamente o agora.

Ao chegarmos em casa e sermos recebido por esse cara de bem com a vida, a gente dá um sorriso grande e sempre me passa pela cabeça “que sorte ele nos ter adotado!”

(Yara)

Caros amigos,

Recebemos inúmeros pedidos para animais abandonados e muitos deles para que o(s) resgatemos.

O GAAR, apesar de não possuir abrigo, sempre assume a guarda de vários cães e gatos, principalmente durante os trabalhos de castração que realiza. Estamos quase sempre no limite máximo da nossa possibilidade, são muitos em lares temporários pagos à espera de adoção, ou clínicas veterinárias (em tratamento). Por isso,  não há como assumir outros.

Precisamos e pedimos o apoio de pessoas que se importam, para que deem o primeiro passo: acolham o animal que encontrarem na categoria de lar temporário, para protegê-los. Se for o caso, peçam a amigos e parentes ajuda , mas não virem as costas. Nas ruas, a chance de morrerem é bem grande.

E auxiliamos como podemos: conseguindo a castração por preços bem acessíveis, assumindo o custo de algumas castrações e despesas veterinárias de pessoas sem posses (sempre que possível), doando vacinas, vermífugos, ração (também sempre que podemos), ajudando a encontrar um lar responsável para o animal (ou animais), seja divulgando fotos com relato na página do Facebook do GAAR, seja agendando a ida dele(s) nas nossas feiras de adoção. Se o animal estiver ferido ou doente e as despesas veterinárias forem altas, fale conosco, para vermos como podemos ajudar.

Na absoluta impossibilidade de você dar abrigo provisório a animais encontrados, pedimos encarecidamente que contate o BEA (Depto der Bem Estar Animal), pelo fone 156 da Prefeitura ou site pelo site do órgão: http://campinas.sp.gov.br/governo/meio-ambiente/protecao-animal.php.

Incentivamos todos a buscarem o máximo de amparo possível, seja ele público ou privado.

Por favor, tente fazer tudo que esteja ao seu alcance para não abandonar esses pequeninos à própria sorte, pois sozinhos, eles ficarão sujeitos a todo tipo de privação e crueldade, sem poder se defender e a possibilidade de não sobreviverem é grande.

Gratos.

GAAR – Grupo de Apoio ao Animal de Rua

Adote um animal resgatado do abandono ou de maus tratos, dê uma chance a quem já sofreu!

Ajude um animal em situação de abandono,  castrando, protegendo-o temporariamente e buscando um lar para ele. O mundo fica melhor quando nos unimos para fazer a diferença!

 encontrou-animal-abandonado

 

ENCONTREI / PERDI / PRECISO DOAR UM ANIMAL

O GAAR abre espaço em suas redes sociais para anúncios de animais para doação, perdido ou encontrado de quem, como nós, vivencia o dia-a-dia da causa animal. Esse espaço é seu, mas deve ser usado com responsabilidade. Se você pretende anunciar um animal para DOAÇÃO, PERDIDO ou ENCONTRADO, verifique condições e instruções abaixo:

CONDIÇÕES:
1- O GAAR não se responsabiliza pelas informações contidas em anúncios de terceiros. Toda informação fornecida é de responsabilidade do anunciante.
2- Ao anunciar nas redes sociais do GAAR a pessoa se compromete a dar retorno sobre o status do anúncio: se o animal já foi doado, encontrado etc. Esse retorno é muito importante para atualização do caso.
3- O GAAR se reserva no direito de publicar ou não os anúncios enviados. Todo conteúdo enviado será analisado e checado antes de serem publicados.
4- O GAAR prioriz anúncios de animais resgatados, todos precisam estar vacinados e castrados (acima de 5 meseS) que precisam ser encaminhados para um lar.
5- O GAAR só publica anúncios de animais da região de Campinas/SP.

DOAÇÃO

Para anunciar um animal para doação, preencha todos os campos do formulário abaixo:





Nome do animal

Espécie:
CaninaFelina

É vermifugado?
SimNão

É castrado?
SimNão

É vacinado?
SimNão

Sexo
MachoFêmea

Idade

Bairro e cidade onde o animal se localiza

Nome para contato

Telefone para contato

E-mail para contato

Motivo da doação

Informações adicionais (se o animal se dá bem com outros animais, crianças, qual o comportamento, temperamento, etc)

Fotos (no Facebook poderá ser postada até 3 fotos, no Instagram apenas 1 – a ONG se reserva no direito de escolher a melhor) – Arquivos em formato JPG, JPEG, PNG ou BMP


PERDIDO ou ENCONTRADO

Se você encontrou ou perdeu um animal e quer anunciar, preencha todos os campos do formulário abaixo:





Nome do animal (caso perdido)

Espécie
CaninaFelina

Tamanho da pelagem
CurtoMédioLongo

Cor da pelagem

Sexo
MachoFêmea

Idade

Onde se perdeu ou foi encontrado

Telefone para contato

E-mail para contato

Informações adicionais (se encontrado: se o animal se dá bem com outros animais, crianças, qual o comportamento, temperamento, etc)

Fotos (no Facebook poderá ser postada até 3 fotos, no Instagram apenas 1 – a ONG se reserva no direito de escolher a melhor) – Arquivos em formato JPG, JPEG, PNG ou BMP


|

1 - 20150703_155210 1 - 20150703_155221

 

Na primeira semana de julho/2015,  recebemos  msgs de duas pessoas interessadas no Spike – uma delas de um garoto maravilhoso, pra lá de especial de 15-16 anos, o Matheus, que tem uma fragilidade congênita nos ossos (osteogênese imperfeita ou “ossos de vidro”) – o que o impede de ficar em pé. Matheus queria tanto um amigo de 4 patas que a família até se mudou de apartamento para casa em busca deste sonho. Então, ele viu nosso apelo para o “encalhado” Spike e adorou nosso amiguinho. A outra msg veio da Carla, uma mulher mega responsável que, ao saber do pedido de Matheus abriu mão da adoção. Ela foi resoluta: só ficaria com o Spike se o Matheus mudasse de ideia. Ficamos numa situação complicada porque tanto Matheus quanto Carla tinham perfis de excelentes adotantes, só que o Spike parecia o cão certo para Carla e não para Matheus. Depois de muita conversa via telefone com a mãe do Matheus, ela estava irredutível porque o filho tinha mesmo gostado do Spike, de repente, ele que ouvia a conversa pediu pra falar com nossa voluntária e disse que temia ter um cão agitado porque poderia se machucar. Chegamos a um acordo – levaríamos dois cães pequenos e de comportamento dócil pra ele. Imediatamente ligamos para a Carla, mas ela tinha visto um cão na rua sem apoio e o acolheu – atitude maravilhosa, ótimo que mais um indefeso conseguiu um lar, mas…nosso Spike mais uma vez perdia suas chances. Foram, então, Sonia e Marcia do GAAR para a casa de Matheus levando o Irê (do GAAR, ) e o Fabinho (atropelado, resgatado pela Marilza) ambos já castrados, vacinados e vermifugados. Ficamos muito contentes com a família e com o carinho do Matheus. Ele se iluminou quando viu o Fabinho, e o danadinho logo se deitou perto do Matheus (foi linda a cena dos dois juntos!). Enfim, foi uma adoção pra lá de especial e emocionante. O Fabinho ganhou uma família ótima, será muito bem tratado e com certeza trará muitas alegrias para o Matheus. Quanto ao Spike,… tadinho, sobrou mais uma vez, mas ….temos certeza de que alguém especial está guardado pra ele também. Vamos continuar fazendo os apelos para esse menino peludão! Curtam e emocionem-se com as fotos lindas de Matheus com o Fabinho (agora Rabujo) . Valeu, Matheus!

Cliquem aqui e curtam o facebook do GAAR

|
No Comments

Como já sabem, o GAAR não possui um abrigo propriamente dito.Todos os nossos protegidos, que aguardam a felicidade de encontrar uma família, estão em lares temporários. Além deles, damos assistência com castração, ração, tratamento, vacinas, vermífugos etc a cães e gatos de comunidades carentes em áreas rurais de Barão Geraldo.

Esses animais já passaram muito frio nas ruas e, neste inverno, queremos deixá-los bem quentinhos. Se você puder nos ajudar com cobertores, caminhas, casinhas, roupas quentinhas para animais ou mesmo outros itens como: ração, potes, medicamentos etc, escreva para operacional@gaarcampinas.org, que combinamos a melhor forma para nos entregar.

Esta garotinha é a MANI, resgatada pelo GAAR e com a sorte de já ter conseguido um lar maravilhoso

campanha inverno Gaar

Se preferir ajudar financeiramente, as doações podem ser feitas diretamente para a ONG por meio das contas:

  • BANCO DO BRASIL (Conta Corrente) – Agência: 4850-X | C/C: 5952-8 | Titular: Cláudia – GAAR Campinas
  • BANCO ITAÚ (Conta Poupança) – Agência: 4518 | Conta Poupança: 10587-1/500 | Titular: GAAR GPO AP AO ANIMAL DE RUA | CNPJ 04.825.442 0001-28

Se você preferir, pode doar por meio de cartão de crédito, boleto bancário, débito online e depósito em conta. Utilize o botão abaixo para doar pelo pagseguro, é rápido, fácil e seguro!




|
No Comments

Com alegria compartilhamos notícias da Kika, agora Dara, adotada no dia 02 de maio na feira da Pet Marginal. O Lucas informou que parece que faz anos que ela é da família, tanto da parte deles, quanto da dela.

11188438_624754710959936_1619864964939368043_n 11203104_624754820959925_4982704604395892536_n  11143203_624754747626599_6701360114195456505_n
Nós do GAAR ficamos muito felizes quando um animal que acompanhamos durante meses, salvo do abandono, finalmente encontra um lar amoroso, onde recebe e dá carinho, atenção e companhia. Era tudo o que Dara queria, ela que pulava desesperadamente no alambrado do canil em que estava, colocando a patinha para fora como que pedindo que a tirássemos de lá. E foi o que aconteceu, teve a sorte de encontrar uma família maravilhosa. Lucas, sejam felizes sempre! Que a Daradê a vocês muitas alegrias.

11209718_624754767626597_6121205184574194918_n

|
No Comments

UMA LINDA HISTÓRIA PARA O MÊS EM QUE SE COMEMORA O DIA DAS MÃES

4 - XUXA 4

Esta é a história da Xuxa, uma cachorrinha que, em um dia chuvoso, no mês de fevereiro, foi resgatada prenhe por uma de nossas voluntárias. Estava muito debilitada e sem ter um lugar para dar à luz os seus filhotes. Além da satisfação interior que é poder ajudar um ser indefeso, a convivência com a Xuxa foi uma inesquecível lição de vida para todos que a conheceram. O seu corpinho pele-e-osso comovia, mas a sua generosidade encantava. Dos nove bebês, apenas três sobreviveram, todavia, mesmo ainda se recuperando da desnutrição, Xuxa amamentava não apenas seus três filhinhos, mas também outros filhotinhos órfãos também resgatados do abandono.

1 - XUXA 1    2 - XUXA 2

Era um show à parte ver os pequeninos correndo atrás dela para serem amamentados. Aos poucos foram se fortalecendo, ficando gordinhos e lindos; daí para a adoção foi um pulo fácil. A Xuxa, entretanto, por já ser adulta, e um dos filhotes, por não ter tido a sorte de ser escolhido ainda pequeno, foram ficando para trás, contudo, continuaram recebendo carinho e cuidados da voluntária , sempre confiante de que um dia alguém chegaria e escolheria um dos dois.

Só que a  primeira semana de maio reservava uma surpresa que ia bem além da esperança cultivada: duas amigas se encantaram, ao mesmo tempo, pela nossa amiguinha e pelo seu filhote-de-leite. Assim, mãe e filho, unidos por um laço tão poderoso que força nenhuma do universo quis romper, foram juntos para o novo lar. Não temos palavras para descrever nossa alegria, nunca pensamos de verdade que este caso pudesse ter um final tão feliz.

Slide1 Slide2

Essa cachorra, que não tinha o que comer nem lugar para onde ir por tanto tempo e que, mesmo assim, foi capaz de ser uma excelente mãe para seus filhos biológicos e os “do coração”, e finalmente vai ser bem cuidada por duas pessoas dispostas a dar amor e segurança para os dois.

Que sejam muito felizes os quatro!

 

|
No Comments