Blog Archives

Talvez alguém se lembre do Totó, queimado com gasolina por alguém que ainda tem muito a aprender 🙁 Ele foi adotado há 3-4 anos e devolvido em setembro/outubro. A Sonia Pequeno foi buscá-lo de volta e não tínhamos onde colocá-lo. Ligou aflita pra Yara, pedindo um LT.

Sonia, há tanto tempo na causa…,conta emocionada: “Ser tão especial é minha amiga querida Yara! Acho que quando isso acontece eu percebo que, apesar dos percalços, muitas das minhas grandes felicidades vêm desse movimento, dessa loucura diária que nos traz tanta sensação de impotência, tanta indignação, mas também alegrias imensas como esse depoimento

Vejam o depoimento da Yara que lindo! O cara vive agora num lar maravilhoso, com direito a passeios matinais e muito amor!

FELIZ! FELICE! AMOR A GENTE SENTE…E PRONTO!
20171116_190157

Esse sujeito simpático da foto é um cara feliz e não guarda nenhuma mágoa de seu passado de maus tratos. Muito pelo contrário, tem uma alegria de viver tão grande que mais parece um jovenzinho energizado e não o senhor experiente que de fato ele é.

Sua história é muito parecida com a de milhares de outros bichos abandonados nas ruas da cidade: Família muda e o despeja na rua como uma mobília estragada, vagando desnorteado é vítima de monstros humanos que o queimam com água fervente, ferido é resgatado por uma ONG que o encaminha para uma família aparentemente normal que depois de 4 anos se desfaz dele por um novo modelo mais adequado ao life style do casal. Ele é socorrido novamente pela ONG que o encaminha para um lar temporário na casa desta que vos fala.

Chegou  meio ressabiado com a espécie humana. Ficou na dele, nem amistoso, nem belicoso. Deixei-o à vontade, portas abertas, direito de ir e vir, um quintal a explorar uma família disposta incluí-lo. Esperto que é, sim, ele tem QI canino altíssimo, logo sentiu estar em terreno seguro e resolveu baixar a guarda e soltar toda a sua alegria represada. Uauu! Ficamos todos contagiados e o que era para ser lar temporário virou residência fixa por absoluto e recíproco encantamento.

Rebatizamos o sujeito. Totó virou Thor, o guerreiro imbatível! Mas ele tem uma alegria tão exuberante e um sorriso contínuo em sua carinha de olhos brilhantes que passamos a chamá-lo de Feliz. E nem sei bem quem, alguém começou a chamá-lo de Felice, em italiano, e aí que virou Felice porque italiano é mais sonoro e engraçado. E Felice já entendeu que esse é seu nome e quando o escuta se sacoleja todo como um brinquedo elétrico desgovernado.

Felice gosta da vida, gosta de quem gosta dele. Já viveu muito, já sofreu muito, reconhece o amor quando o encontra e retribui com generosidade infinita.

É velho, é sábio. Agradece com o olhar, com o olhar se desculpa quando corre atrás dos gatos da casa (eu sei que ele diz “desculpe-me não pude evitar…”). Felice é digno, quando sabe que errou vai pra fora da casa e só volta quando recebe autorização.

Ele viveu mil vidas, tem energia para outras mil. Mostra pra gente que o que importa é o que acontece no presente, ele reconhece a dádiva de um novo começo e o honra vivendo intensamente o agora.

Ao chegarmos em casa e sermos recebido por esse cara de bem com a vida, a gente dá um sorriso grande e sempre me passa pela cabeça “que sorte ele nos ter adotado!”

(Yara)

“A Morena já está acostumada com a gente, e é um grude! Aos poucos ela está se soltando e explorando o apartamento e já rasgou um papel e tentou comer o meu chinelo. Vemos isso como um ótimo sinal, já que na segunda e terça ela mal saía da caminha.
Anexei algumas fotos dela para verem. Estamos levando ela todo dia para o parque da cidade para caminhar e perder o medo de gente e outros cachorros. Além disso descemos 3x por dia com ela para a pracinha em frente ao condomínio.”

Adote você também!

Meu nome é Amanda Benetti e meu noivo se chama Pedro Pagliarini. Na semana passada entramos em contato com a Fatima para saber se o Uil já tinha sido adotado. Ela nos disse que não e nos convidou para conhecê-lo. Na sexta vimos o Uil pela primeira vez e já nos apaixonamos. Adotamos ele de imediato! Estamos muito felizes com o Uil, ele é muito carinhoso, brincalhão e inteligente! Queríamos agradecer vocês pelo que fazem pelos animais de rua.
Se não fosse pelo GAAR nós não teríamos conhecido o nosso Uil.
Obrigada, Amanda Benetti

Adote um animal adulto, salve uma vida!

Receber notícias dos nossos adotados é uma felicidade imensa. Hoje recebemos notícias do Haru, ex-Chaninho. Segue o depoimento da Mai:

“Bom dia,
Meu nome é Mai. Eu e o meu namorado adotamos o Chaninho no dia 25/02/2017.
Achamos o gatinho no site do GAAR e gostamos muito dele.
Nos chamamos ele de Haru (significa primavera em japonês).
A doação foi muito tranquila e deu tudo certo! O gatinho veio bem cuidado, vacinado e vermifugado. Bem saúde!
O Haruzinho é um gato muito bonzinho e carinhoso. Adora brincar e tem fome de leão. Quase todas as noites, ele tem o momento “foguete”… fica correndo pela casa que nem doido e quando “esconde” embaixo do sofá, só a bundinha dele fica pra fora (querido, metade do seu corpo não está escondido).”

Adote você também, visite nosso site e conheça nossos animais disponíveis para adoção responsável: http://gaarcampinas.org/rehoming/

Haru 1

Haru 2

Tom (ex-Liu) foi adotado pela Daiane em setembro de 2016, vejam que depoimento emocionante:
“Adotei o Tom com vocês, ele já tinha 1 ano, fui a feira com a intenção de adotar uma gata filhote, mas quando vi o Tom nos identificamos e não teve jeito trouxemos ele, chegou tímido sem conhecer o novo lar, mas logo se adaptou, muito educado e carinhoso se tornou super amigo dos meus dois meninos, a adoção super valeu a gratidão é recíproca e estamos muito felizes ;)”
Adotar animal adulto é tudo de bom. Muitas pessoas tem preconceito achando que não irão de adaptar, é puro mito. Adultos aprendem mais rápido que filhotes, filhotes são bebês, precisam de paciência e disciplina.
Veja nossos lindos adultos: http://gaarcampinas.org/rehoming
#GAAR

Hoje foi o dia de sorte da Sol – vejam com que carinho sua nova família a recebeu. A nova mamãe dela, a Jane e seu marido, já estavam namorando essa menina nas nossas redes sociais e nisso perceberam que, mesmo, bonita e dengosa, a Sol não era adotada. Aí não resistiram mais e vieram buscá-la. Dá pra ver que carinho não há de faltar e além disso, terá uma `caopanheira` que também foi adotada.

É isso aí, gente, façam como a nova mamãe da Sol – acompanhem e divulguem as mídias do GAAR e quando quiserem um (a) companheiro(a) cão ou gato OPTEM PELA ADOÇÃO.
Obrigada, família, que vocês todos sejam muito felizes!!!

O GAAR fica feliz quando um animal é bem adotado. Aí está a Nutella, ex Shaman, esbanjando felicidade na sala da família que a adotou.

Que tal você também optar pela adoção de um adulto? Estamos com nosso lar temporário bem cheio de animais lindos, já castrados e vacinados, querendo muito uma família que os adote pra toda a vida. Acesse Quero adotar um cachorro e deixe-se apaixonar por um (ou alguns) deles 🙂

Zoe

Quando recebemos notícias dos nossos adotados, ficamos muito felizes em saber que eles encontraram a família perfeita. Foi o caso da Zoe. A Jennyffer nos enviou as fotos e temos orgulho em compartilhar com todos vocês. Adote um animal abandonado, dê uma chance a quem mais precisa.
Segue o emocionante depoimento, vale muito a pena ler.

“Meu nome é Jennyffer e adotei a Zoe com vocês há quase 2 meses. Bom, gostaria de falar algumas coisas sobre ela, que foi rejeitada pela primeira família. Tenho uma outra cachorrinha, que também aparece em algumas fotos que enviei, a Filomena… Filomena adotamos com 45 dias.. é um doce de cachorrinha, hiperativa, carinhosa, faz amizade muito fácil com qualquer tipo de ser vivo, menos besouros e aqueles bichinhos que ficam nas lâmpadas no calor… a Filó adora comê-los ^^
Logo na feirinha, quando fomos buscar a Zoe, a Filó já se engraçou com ela… abanou o rabinho e tudo, mas a Zoe estava assustada… nenhum ser lida bem com a rejeição.
Levamos ela para casa e as coisas dela já estavam lá, do ladinho das coisas da Filó.
No primeiro dia ela ficou na dela, até para receber carinho ela ficava tratada, nem se mexia.
No segundo dia, alguns parentes foram em casa especialmente para conhecê-la.. até ela se acostumar tremeu muito, não sei se ela estava acostumada a receber beijos e abraços.. na minha família é assim que são tratados.
Ela não conseguia ter uma noite tranquila, qualquer som a fazia acordar… algumas vezes ela dormia com os olhos meio abertos… por causa disso ela está sendo tratada, com meios naturais, pelo Dr. Vinícius Vellone. Agora ela dorme.. fica toda molinha quando tenho que levar ela para a cama dela.
Corre pela casa toda, adora todos os brinquedos que tem, ama lamber as orelhas da Filó, é super fã de chuchu, abobrinha, cenoura e mais um monte de legumes…
Ela tem uma energia sem fim, pula como se tivesse mola das patas.
É de um carinho delicioso… quando ela pede colo e se acomoda no meu colo antes de ir para a cama dela é de ganhar o dia.
Ela e a Filó foram as melhores escolhas que fiz no quesito amizades fieis.
A família que a devolveu desperdiçou uma oportunidade espetacular de ter alguém realmente feliz em te ver. Quando chego em casa as duas pulam tão alto que eu nem preciso me abaixar… rsrsrrs
A Zoe comeu muita coisa do jardim, mas cada lambida vale a arte das cercas destruídas, da terra espalhada todos os dias e da lama que forma da terra com a chuva, nessa época do ano.
Tenham certeza que ela será muito bem tratada até o momento em que Deus deixá-la conosco.
Obrigada pela oportunidade de poder fazer a diferença na vidinha dela e parabéns pelo trabalho espetacular que vocês fazem.
Sempre que posso auxilio e isso não mudará.
Em anexo tem umas fotinhos dela sozinha e junto da Filó.
Minha eterna gratidão”

Conheça nossos cães adultos que estão a meses esperando um lar, acesse Quero adotar um cachorro!

Hoje, dia 03/02/2017, é dia de celebrar – recebemos depoimentos de duas famílias que adotaram cães adultos do GAAR há exatamente um ano e estão celebrando a alegria que essas duas cadelas trouxeram às suas vidas:

A Lua e a Lila que não se conheceram eram duas mocinhas resgatadas do abandono. E foram recolhidas e cuidados com muito carinho pela equipe do GAAR. Iam e voltavam à feira de adoção, cheias de esperança, mas, como já eram adultas, viam os filhoticos serem adotados e só ficavam na espera, mas, o dia delas chegou e eis que as duas ganharam a sorte grande de serem adotadas por famílias muito, muito especiais. Valeu a espera!
E, agora, passado um ano, recebemos noticias dessas duas mocinhas e queremos compartilhar nossa alegria com todos vocês que nos acompanham e sabem a importância desse trabalho de resgate e doação:

“Ontem fez 1 ano que a Lua está com a gente!!! Ela não ia no nosso colo, hoje ela pede e parece que sorri quando deita na cama…ela está muito feliz e é grata por darmos a ela a chance de ter um lar. Adote um adulto você também”

Conheça nossos cães adultos que estão a bastante tempo à espera de adoção, acesse Quero adotar um cachorro!

16463705_1225188920909107_3708026678260258567_o

Adoção de animal adulto é tudo de bom, porte grande melhor ainda! Astor era um dos 9 cães que viviam em péssimas condições na casa de uma acumuladora no bairro Nova Europa em Campinas. Foi resgatado por protetoras independentes, tratado e encaminhado para adoção.

O Higor e a Edilaine resolveram abrir seu lar e seus corações para um animal adulto e de porte grande, e hoje é só felicidade! Astor já está super bem adaptado no novo lar em menos de 1 mês, pela foto dá pra perceber a alegria dele e da família.

Adote um animal adulto. Muitos morrem nos abrigos esperando adoção, são passados para trás na preferência da maioria das pessoas. Aniaml adulto tem muitas vantagens: já tem o tamanho definido, já conhecemos seu comportamento (se é tranquilo, agitado, etc) e não chora como os filhotes.

Conheça nossos adultos que estão esperando um lar a meses, acesse Quero adotar um cachorro!