Pós adoção da Lily e Leo – esses dois tigrinhos, resgatados ainda bebês de uma favela, foram doados e devolvidos dois meses após (ficaram bem tristinhos!).

A Alessandra nos procurou interessada na Summer e Lina (mas já tinham sido adotadas pela Gabriela), então, falamos deles.

Ficou com muita pena por terem sido devolvidos de forma brusca e decidiu dar um lar para os dois, desta vez para sempre. Está muito feliz com eles e teve paciência e carinho o bastante para passar para os dois tranquilidade e confiança.

Ela relata em duas etapas: 

1)”Os gatinhos ficaram assustados nas primeiras horas, e aos poucos, com muito cafuné e conversa, foram saindo dos esconderijos, e explorando o apartamento. Estão medrosos, mas agora parecem bem tranquilos. Comeram ração (Gran Plus para filhotes), beberam água e já encontraram o “pipiroom”; vi a Lily fazendo xixi, o Leo não vi fazendo. Estão brincando juntos, uma fofura! “

2) Ontem meu irmão Rodrigo me ajudou muito, ficamos bastante tempo dando atenção a eles, e carinho, para que se sentissem seguros para explorar a nova casa deles 🙂 Eu costumava conversar muito com a Nina, e com eles vai ser a mesma coisa rs …Eles foram para a cama quando eu fui dormir, não esperava que nossa relação avançasse tão rápido, fico muito feliz que eles se sentiram acolhidos. Não demorou muito o cochilo deles, e logo foram brincar na sala; Leo ficava miando, imagino eu que ele está chamando a Lily. Quando um faz uma coisa, por exemplo, pular em cima da cadeira, o outro também quer fazer, quer ir no mesmo lugar, é engraçadinho demais! Muito gostoso de ver! Obrigada!”

O relato da Alessandra mostra detalhes importantes:  o bichinho chega assustado, com medo do novo, necessidade de carinho e atenção pra deixá-los a vontade pra sair do “casulo” e explorar o novo ambiente, sem ansiedade, respeitando o seu ritmo.   E, depois, se sentirem seguros pra comer, beber e fazer xixi e cocô. Outro detalhe é a necessidade de o adotante dar vermífugo, monitorar e tratar (se for o caso) as pulgas porque os animais em lar temporário ficam juntos com vários outros e nem sempre é fácil evitar que sejam contaminados. O que mais nos alegra é ver cada vez mais gente sensível e bem informada, dando chance a animais já adultos e mostrando amor e paciência para adaptá-los.

As fotos mostram os dois bem tranquilos, amados no aconchego do novo lar.

3 - DSCN3804 4 - DSCN3780 5 - DSCN3809 6 - DSCN3812 9 - DSCN3788  10 - DSCN3791 10 - DSCN38269 - DSCN3823

|
No Comments

.

Lindas fotos de animais adotados!

|
No Comments

.

No Comments

AMOR DE MAIARA PELA CORA

Ah! Como é bom poder compartilhar esta história, exemplo puro de amor. Tomara que o relato da Maiara e o grande amor seu e de sua família pela Cora inspirem mais famílias a adotar um cão ou gato porque traz uma imensa alegria para o lar. Dá trabalho, envolve muita responsabilidade sim, mas as coisas boas compensam e muito! Vale demais a pena!

Maiara: “Quando adotei a Cora (out/2014) ela havia recebido a 1ª dose da vacina, então a vacinamos com a 2ª e a 3ª doses + a antirrábica e a castramos em 15/janeiro, antes do 1º cio. Ela está ótima! É o xodó aqui de casa. E foi paixão à primeira vista. No dia que a adotei, estava indo na Pet Center do shopping D. Pedro quando a vi saindo com uma moça do GAAR. Achei que fosse alguém levando seu cachorro tomar banho, porque passou toda cheirosa e com os adesivinhos na testa, no colo da moça. Entrando na loja vi que estava tendo a feira e, cachorreira que só, parei para olhar. Contei que meu cachorro de 14 anos havia morrido e planejava adotar um, que meu pai queria uma fêmea não muito grande e me sugeriram… a Cora. Enfim, me apaixonei, saí do shopping, vim pra casa pegar toda a documentação e voltei buscá-la. Desde então, só amores. Ela é muito brincalhona, ADORA o meu pai, que também é cachorreiro. Adora brincar de bola, já furou várias. Tem um ciúúúme dos brinquedos dela. Até minha mãe que não é muita ligada em cachorro se derrete por ela. A Cora adora meu namorado, inclusive, passa reto por mim se o vê. Além de tudo, é muito inteligente. Não é porque é minha, mas nunca vi animal mais inteligente. Esperta e malandrinha demais. Responde a alguns comandos como “Fica”, “Dá a mão”, “Bate aqui”, “Pega”, “Pede”, mas às vezes ela trapaceia (rs)”.

Vejam que fotos lindas dessa menina tão querida! Obrigada Maiara por tratá-la com tanto carinho e compartilhar conosco!

 

Cora_cobertor Cora_cochiloCora_zebra   Cora_quintal       Cora_mãe  Cora_pai

Cora_banho Cora_carro

 

 

 

 

 

|
No Comments

As feiras de adoção, na Pet Marginal do Shopping D. Pedro Campinas,  devem voltar no dia 28/11/2015, após a reforma da loja. É um espaço importante para dar nova chance a animais que já sofreram abandono ou maus tratos. Nas imagens, vemos fotos de duas gatinhas fêmeas muito fofas, das cadelinhas Loira e Nina com seus respectivos adotantes (feira do dia 13/06/2015).

WP_20150613_002  WP_20150613_016WP_20150613_004 IMG_20150613_181404001

 

|
No Comments

!fiel

|
No Comments

campanha adoção

|
No Comments

 

abandono 3

!

|
Pages:  «...7891011...»